Durante as operações de hidroaviação, na Baía de Guajará, o 1º/2º G. Av., sediado na Base Aérea de Belém (BABE), contava com o apoio de um grupo de militares, formado por Cabos e Soldados, bons nadadores e exímios conhecedores da orla fluvial de Belém.

Durante a instrução na água de tripulações dos CATALINAS, esse grupo se mantinha alerta em pequenas embarcações motorizadas e equipadas para casos de emergência.

BABE1950

Quando servi naquela Unidade, na década de sessenta, o grupo compunha a Subseção de Linha D’Água da Seção de Material do Esquadrão e era também integrado por um funcionário civil – Raimundo Alves PEREIRA – mais conhecido pelo apelido de “Brucutu”.

Dentre os militares do grupo, três eram superesquisitos: os Cabos BEDRAN e VIVOTE, que tomavam suco de capim para se manterem fortes, e, o Soldado JACÓ, um evangélico convicto que guardava na sua inseparável Bíblia uma coleção de recortes de modelos nuas.

Nessa época, aconteceu o furto de várias pistolas Colt .45 e uma metralhadora INA do Depósito de Material Bélico da BABE.

O inquérito, aberto para esclarecer o caso, arrolou muita gente, por longo tempo, sem sucesso... Já estava para cair na eventualidade do arquivamento quando outro acontecimento veio trazer luz sobre o caso.

A Polícia Civil de Belém, ao perseguir e prender uma quadrilha de assaltantes, que roubara uma loja comercial da cidade, encontrou em seu esconderijo várias pistolas Colt .45 e uma metralhadora INA com o emblema da Aeronáutica, muitas fardas para soldados da FAB, macacões de voo, cintos de guarnição, capacetes, entre outros itens.

E o surpreendente: Uma Bíblia recheada de fotos de mulheres nuas...

Dias depois, a mesma Polícia entregou ao Comando da Base um preso...

 ...o Soldado JACÓ!

Jonas Alves Correa

**********************************************

Sobre o Autor: Jonas Alves Correa – Cel. Av. Ref. – Nascido a 21 de junho de 1933, em Cuiabá/MT. Formado Aspirante-a-Oficial Aviador, na Escola de Aeronáutica – Campo dos Afonsos – Rio/GB, em 20 de dezembro de 1955. Integrou o efetivo do 1º Esquadrão do 2º Grupo de Aviação (1º/2º GAV), em Belém/PA, de janeiro a março de 1957. Serviu na Base Aérea de Fortaleza/CE, foi Instrutor de aeronave B-26 Invader, no 5º Grupo de Aviação, em Natal/RN, e serviu nas Bases Aéreas de Campo Grande/MT e Brasília/DF, até ser requisitado, em 1966, para o Gabinete do Ministro da Aeronáutica, onde permaneceu até 1977. Foi Comandante do 6º Esquadrão de Transporte Aéreo (6º ETA), em Brasília/DF, no período de 1977 a 1979. Passou para a Reserva da Aeronáutica em 1981.

**********************************************